Tony Iommi conta como expulsou Madonna de ensaio do Black Sabbath

O 35º aniversário do concerto beneficente Live Aid aconteceu no início de julho e vários dos artistas que se apresentaram no evento histórico refletiram sobre seu envolvimento.

O concerto de 1985 apresentou uma reunião única da formação original do Black Sabbath e, ao relembrar ao SiriusXM, o fundador e guitarrista do Sabbath, Tony Iommi, disse que expulsou Madonna do ensaio – e nem sabia quem ela era.

No momento da reunião, Iommi era o único membro remanescente do Black Sabbath restante na formação e o futuro da banda permaneceu incerto, como evidenciado pelo álbum ‘Seventh Star’, de 1986, que o guitarrista pretendia ser um lançamento solo. Mas, sendo este um grande arrecadador de fundos, a formação original foi convidada a voltar ao palco, mesmo que isso significasse não ter muita chance de ensaiar.

“Foi um desastre, realmente, para ser honesto. Eles tinham um quarto reservado para ensaiarmos. Começamos a ensaiar e depois conversamos sobre os velhos tempos; então a maior parte do ensaio foram conversas”, disse Iommi ao SiriusXM.

Continuando, o lorde do riff lembrou: “E o momento em que ensaiamos, era uma sessão fechada e seria realmente embaraçoso porque vi essas duas garotas entrando no fundo da sala. E eu disse a uma das pessoas na nossa equipe ‘olha, há pessoas entrando’, você sabe, ‘é melhor dizer a elas para sair, este é um ensaio particular'”.

LEIA MAIS  Papa Roach anuncia coleção "Greatest Hits Vol. 2 - The Better Noise Years"

Uma dessas garotas era a estrela pop “Material Girl”, Madonna, que estava no alto de seu segundo álbum de 1984, ‘Like a Virgin’. Apesar de seu status de celebridade, Iommi permaneceu ignorante sobre quem havia acabado de espiar o ensaio de reencontro de sua banda.

Terminando a história, a lenda do Black Sabbath disse: “De qualquer forma, ele [cara da equipe] sobe e conta a elas e acaba sendo a Madonna. É um pouco embaraçoso. Mas de qualquer maneira, fizemos o ensaio e depois voltamos para o hotel”. Uma noite de bebedeira se seguiu, contribuindo para um dia difícil sob o sol para o Black Sabbath e seu guitarrista que estava sofrendo de uma “ressaca terrível” no palco.

Desde que o Black Sabbath fez seu último show em 4 de fevereiro de 2017, os fãs pediram uma reunião de qualquer tipo, mesmo que seja apenas um show único. Os membros da banda discutiram a ideia ao longo dos anos e, no início de 2020, Iommi reafirmou que ele “não se opõe” à ideia de um show independente do Sabbath.

FONTE: https://loudwire.com/

DEIXE SEU COMENTÁRIO: