Tommy Lee revela como o Motley Crue se juntou de novo

Tommy Lee ficou impressionado com o sucesso do The Dirt e como isso não apenas trouxe ao Motley Crue uma nova geração de fãs, mas legitimamente ressuscitou a banda da aposentadoria auto-imposta.

Nesta entrevista, Lee fala sobre o filme estar preso no inferno do desenvolvimento, como as bandas não conseguem se dar bem com as mesmas coisas que fizeram nos anos 80 e com seu novo álbum solo, ‘Andro’.

Depois de falar sobre escolher com quem colaborar para Andro, Lee falou sobre Post Malone nomeando uma música para ele. “É tão estranho, legal e um círculo completo”, diz Lee. “Ele adora música rock n’ roll. Ele apenas tocou duas horas de covers do Nirvana e aniquilou. Quando os caras se aproximaram de mim, tipo, ‘nós temos essa música Tommy Lee’… É claro que eu quero remixar!”.

Quanto a The Dirt, Tommy diz que uma das coisas mais legais do filme é expor a geração Z aos anos 80. “No mundo todo, eles dizem: ‘Que merda de tempo para viver, cara. Foda-se, nós perdemos. ‘Foi um momento em que todo mundo fez merda até as rodas caírem. Não havia telefones celulares, câmeras, você podia se safar de assassinato, cara. Literalmente, assassinato, e não estaria no Instagram no dia seguinte”.

LEIA MAIS  Mizuho Lin concede entrevista em canal mexicano

“O filme saiu e, de repente, recebemos telefonemas sobre fazer uma turnê em estádios. Não estávamos realmente pensando nisso, a gente tava tipo: ‘Bem, nunca fizemos uma turnê pelo estádio, isso é loucura’. Então nós dissemos que sim e então eles colocaram os ingressos à venda e a porra da coisa acabou esgotando em todos os lugares. Eu estava andando por aí me beliscando e dizendo: ‘O quê? Isso é estranho pra caralho'”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários