Roger Waters recusa oferta de licenciamento de música de Mark Zuckerberg

Esse “tijolo” não estará naquela “parede”, pelo menos de acordo com Roger Waters, que usou um fórum público para revelar que recusou uma oferta “enorme” de Mark Zuckerberg para colocar “Outro tijolo na parede II” em um filme para promover o Instagram.

O ex-vocalista e artista solo do Pink Floyd apareceu em um evento especial que fazia parte de uma campanha para libertar o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, que foi preso em 2019 depois que seu asilo foi revogado pelo governo equatoriano. Assange foi procurado para uma investigação criminal sobre o vazamento de documentos americanos secretos.

Enquanto Waters se sentava com o painel no palco, ele apresentou uma pasta que continha uma carta do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, solicitando o uso da música do Pink Floyd “Another Brick in the Wall” em um filme que promoveria o Instagram. Waters não se conteve, dizendo ao público: “Então, é uma carta de Mark Zuckerberg para mim. Chegou esta manhã com uma oferta de uma enorme, enorme quantia de dinheiro, e a resposta é – ‘Foda-se! De jeito nenhum!’”.

O cantor então declarou que achava que o pedido era apenas mais um exemplo de “um movimento traiçoeiro deles para assumir absolutamente tudo”. Lendo um trecho da carta ao público, Waters recitou: “Queremos agradecê-lo por considerar este projeto. Nós sentimos que o sentimento central desta música ainda é tão predominante e necessário hoje, o que mostra o quão atemporal o seu trabalho é verdadeiramente”.

LEIA MAIS  Gear une rock, folk e o som único da viola caipira no lançamento de novo single

Ele então zombou: “E, no entanto, eles querem usá-lo para tornar o Facebook e o Instagram ainda maiores e mais poderosos do que já são, para que possa continuar a censurar todos nós nesta sala e impedir que esta história sobre Julian Assange seja divulgada. Então o público em geral poderia dizer: ‘O quê? O quê? Não! Não mais!’”.

“Não vou ser cúmplice dessa merda, Zuckerberg”, afirmou Waters, acrescentando: “Você pensa: ‘Como é que esse idiota – que começou dizendo: ‘Ela é bonita, vamos dar a ela uma nota quatro de cinco’, ‘Ela é feia, vamos dar-lhe um’ – como diabos ele conseguiu algum poder em qualquer coisa? E ainda assim aqui está ele, um dos idiotas mais poderosos do mundo”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários