Rage Against the Machine volta às paradas em meio à agitação social

O Rage Against the Machine não precisa entregar mensagens diferentes em cada uma de suas músicas. A mensagem está em seu nome, mas alguns fãs ainda não sabem disso. Em meio ao clima social dos EUA no momento, o Rage voltou às paradas e seu último lançamento foi há 20 anos.

O álbum de estreia auto-intitulado de 1992, que alcançou o 45º lugar na Billboard 200, em 1994, voltou à parada, chegando ao 174º lugar. Isso pode ser parcialmente devido ao fato de o álbum abrigar o hino “Killing in the Name”, que é um número escrito especificamente para protestar contra a brutalidade policial, e foi escrito após os distúrbios de 1992, em Los Angeles, provocados pelo espancamento de Rodney King.

O álbum também alcançou o 8º lugar na lista dos principais álbuns do iTunes esta semana – seguido pelo Evil Empire, de 1996, no 35º e The Battle of Los Angeles, de 1999, no 41º lugar.

Entre as letras das músicas e as mensagens escritas na parte inferior da guitarra de Tom Morello – que ele costuma mostrar para a plateia – Rage certamente não censura sua raiva. No entanto, alguns de seus fãs estão aparentemente frustrados com os membros da banda expressando suas opiniões políticas.

LEIA MAIS  Lived anuncia single de estreia intitulado "Evolution"

Um “fã” em particular reclamou com Morello em um tweet deletado, em que o guitarrista respondeu: “Scott!! Que música minha que você era fã e que NÃO continha ‘BS político’? Eu preciso saber disso para excluí-la do catálogo”. Entre algumas das respostas hilariantes estavam: “Com qual ‘máquina’ você achava que ela estava furiosa? A máquina de lavar louça?”.

O Rage Against the Machine estava programado para embarcar em uma turnê de reunião altamente esperada neste verão, que teria marcado sua primeira vez no palco juntos desde 2011. No entanto, infelizmente, isso foi adiado para 2021 devido ao coronavírus. O momento seria um enérgico show de raiva, mas teremos que esperar até o próximo ano.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários