Rage Against The Machine lança documentário “Killing In Thy Name”

Rage Against the Machine se uniu ao The Ummah Chroma (um coletivo internacional de artistas que significa “comunidade de cor”) para um novo documentário de 15 minutos, ‘Killing In Thy Name’.

Além de ter a trilha sonora do single clássico dos anos 90 de Rage, Killing In The Name, este curta-metragem tem como objetivo ser “uma saída de incêndio da ficção conhecida como brancura e uma fonte para a descoberta”, com entrevistas de arquivo dos membros da banda como bem como um professor educando alunos sobre história racial na América.

“Morando nos Estados Unidos, você está vivendo em uma das sociedades mais brutais da história do mundo”, diz o vocalista Zack de la Rocha. “O país que herdou o genocídio do povo nativo americano. Um país que participou da escravidão. Qualquer sociedade, governo ou sistema estabelecido exclusivamente para lucrar com uma classe rica, enquanto a maioria das pessoas labuta, sofre e vende sua força de trabalho, contanto que o único motivo verdadeiro desse sistema seja o lucro e não a manutenção e a melhoria da população para atender às necessidades humanas, então essa sociedade não deve ficar. Deve ser desafiada, questionada e derrubada”.

LEIA MAIS  Post Modern Connection, do Canadá, lança a cativante "Folie A Deux"

“Minha mãe [Mary] é uma mulher branca com uma voz radical”, explica o guitarrista Tom Morello. “Por três décadas ela foi uma professora progressista em um colégio conservador, inspirando alunos a desafiar o sistema – em suas ações e palavras, ela sempre ensinou que o racismo nunca deve ser ignorado e deve sempre ser confrontado”.

FONTE: https://www.kerrang.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários