Quarteto paulistano de rock Violet Soda põe energia no primeiro álbum

Passou somente um ano e meio entre a criação da banda Violet Soda em 8 de junho de 2018 e o lançamento do primeiro álbum desse quarteto paulistano de garage rock que recicla influências do punk e do grunge.

No meio desse curto caminho até o lançamento do álbum Violet Soda (Deck / Forever Vacation Records) na sexta-feira, 6 de dezembro, houve os EPs Here we go again e Tangerine – lançados em junho e em novembro de 2018, respectivamente – e um registro ao vivo em estúdio, além de convite para abrir show de Pitty na turnê Matriz.

A alta velocidade com que Karen Dió (voz e guitarra), Murilo Benites (guitarra), Tuti AC (baixo) e André Dea (bateria) estão sobressaindo na cena roqueira underground da cidade de São Paulo (SP) está em sintonia com a energia imprimida no álbum Violet Soda, gravado no estúdio paulistano Costella com produção musical dividida entre Alexandre Capilé (de bandas como Sugar Kane, Ator Morto, Water Rats) e João Lemos (do grupo Molho Negro).

LEIA MAIS  No Dia dos Namorados, Plutão Já Foi Planeta toca ao vivo no ShowlivrePlay

O repertório inédito e autoral contabiliza nove músicas compostas com letras em inglês e ouvidas na voz de Karen Dió, também guitarrista do quarteto. Entre as músicas do disco Violet Soda, há Charlie, Girl!, I’m trying (eleita o primeiro single do álbum), Lazy guy, Scars, You don’t know me e What do I do.

FONTE: https://g1.globo.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários