Punhal critica valores sociais em lançamento do clipe de “Liberal Brazuca”

A Punhal acaba de lançar o clipe de “Liberal Brazuca” no seu canal do YouTube. A faixa faz parte do EP “Relatos sobre o absurdo”.

Escrita pelo guitarrista Thiago Maciel e pelo baixista Amaury Garcia, a faixa é musicalmente uma espécie de crossover com pitadas de thrash, calcada em influências de bandas da Bay Area de San Francisco, como Exodus e Testament. Confira o EP “Relatos sobre o absurdo”aqui.

A letra aborda de forma crítica e contundente o neoliberalismo como aplicado no Brasil, um país que amarga, há séculos, desigualdades sociais terríveis, mas que, ainda assim, tem defendido políticas que aliviam os mais ricos e sobrecarregam aqueles que estão na base da pirâmide social. A intenção é demonstrar que nós, trabalhadores, não podemos nos deixar seduzir pelas promessas vazias do neoliberalismo, embelezadas por palavras como “liberdade” ou “escolha”, mas que, no fim, apenas geram maior acúmulo de riqueza pelos que já a possuem.

A Punhal nasceu com o intuito de se opor contra o neofascismo e o capitalismo neoliberal que têm transformado as relações humanas em sociedades de consumo a partir do medo e da depressão. Foi por conta da insatisfação com tal sistema que quatro caras da Zona Norte do Rio de Janeiro se juntaram, em 2018, para fazer um som rápido, agressivo, e sobretudo político, para livrar seus corações e cérebros do peso do existir.

LEIA MAIS  “Float” é o novo disco da Regulares via Dinamite Records

O projeto começou com arranjos para criar uma versão punk para o clássico “Comportamento Geral” de Gonzaguinha, e duas outras faixas ainda sendo estruturadas por seus compositores. Essas duas faixas se tornaram “A história dos homens de bem” e “Amigo”, ambas presentes no primeiro registro da banda, o EP “Relatos sobre o Absurdo”. O EP trouxe também outras duas composições próprias, “O Brasil não deixa” e “Liberal Brazuca”. “Relatos sobre o Absurdo” foi lançado de forma independente, em todas as plataformas de streaming. A banda ainda lançou mais dois singles de forma independente, um em 2020 chamado “Classe Mé(r)dia” e o outro em janeiro de 2021, intitulado “Deus da bala, bíblia e boi”.

Com as gravações finalizadas, e faixas devidamente mixadas e masterizadas, a banda planeja lançar seu álbum debut álbum “Entropia”, ainda este ano. Os toques finais, como capa e encarte para versão em CD, estão em processo de finalização. O lançamento promete ser empolgante, principalmente por dialogar tanto com o momento atual do país.

FONTE: Collapse Agency

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários