O primeiro show com distanciamento social acontece nos EUA

O mundo da música ao vivo foi abalado pela pandemia de coronavírus, com a maioria das turnês e shows adiados para uma data posterior ou cancelados completamente.

Mas com alguns estados dos EUA começando a reabrir, a música ao vivo começou a voltar – embora seja como nada que já vimos antes.

Na segunda-feira à noite, Travis McCready, vocalista do Bishop Gunn e Lauren Brown, tocaram no TempleLive em Fort Smith, Arkansas, diante de 229 pessoas – cerca de 20% da capacidade do local.

Os fãs que compareceram tiveram suas temperaturas verificadas na porta e tiveram que usar máscaras. Uma vez lá dentro, havia marcadores sociais de distanciamento no chão, cadeiras foram colocadas 6 pés afastadas e havia um limite de banheiro para 10 pessoas.

LEIA MAIS  Red Roll: O Eletrizante Rock Alternativo Italiano

Além disso, havia desinfetantes para as mãos em todo o local e também havia um sistema de mão única.

Mike Brown, do TempleLive, disse à 5News: “Trata-se de rock, diversão, música ao vivo e estar com seus colegas e fazer o que você faz como americano – você sai, faz coisas”.

No início deste mês, a Dinamarca e a Lituânia criaram uma nova maneira de dar aos fãs um jeito para a música ao vivo: o show drive-in – uma ideia que também está sendo ponderada pelo Live Nation, juntamente com vários outros incentivos.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários