O líder do Strokes dispensa Blues Rock: “Por favor, chega disso”

Após sua vitória no Grammy no último fim de semana, o vocalista do Strokes, Julian Casablancas, dispensa o blues rock ao discutir gêneros da música moderna.

O grupo levou para casa o prêmio de Melhor Álbum de Rock com seu álbum de 2020, ‘The New Abnormal’.

“Eu meio que sempre tiro sarro do rock n’ roll, então acho meio engraçado, ou legal, ou apropriado, termos ganho o prêmio”, disse o cantor na sala de imprensa do Grammy [via NME]. “Acho que as pessoas que dizem que as coisas estão mortas, sinto que sua imaginação, possivelmente, morreu. Honestamente, há espaço para tantos gêneros musicais”, continuou ele. “Não necessariamente blues rock, por favor, chega disso”.

A Recording Academy carregou um videoclipe dos Strokes descobrindo que eles ganharam a categoria no YouTube, e é um reflexo hilariante dos tempos de pandemia. Como tudo foi feito de forma virtual desde o início da pandemia, seu “discurso de aceitação” foi feito por videochamada, na qual há atrasos e cortes de áudio. Mas, é o melhor que podemos fazer agora.

LEIA MAIS  Corey Taylor revela nova máscara no primeiro show do Slipknot em 18 meses

Outros vencedores do Grammy nas categorias de rock e metal incluem Body Count de Melhor Performance de Metal com “Bum-Rush”, Fiona Apple de Melhor Performance de Rock com “Shameika” e Brittany Howard de Melhor Canção de Rock com “Stay High”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários