O icônico baixo de London Calling do The Clash será exibido no Museu de Londres

O baixo Fender Precision de Paul Simonon, quebrado no palco durante um show do Clash em 21 de setembro de 1979 no Palladium de Nova York, um momento que foi filmado pelo fotógrafo Pennie Smith e posteriormente usado como capa do álbum London Calling do The Clash, irá entrar em exibição permanente no Museu de Londres no final deste mês.

Anteriormente incluído na exposição The Clash: London Calling no museu de novembro de 2019 a setembro de 2020, o baixo está agora sendo apresentado em uma galeria da cidade mundial, que conta a história de Londres dos anos 1950 até hoje.

Outros artefatos escolhidos para a exposição, que será aberta a partir de 23 de julho, incluem uma scooter Vespa, os bonecos de corda Bill e Ben do popular programa de TV infantil e calção de banho que o mergulhador Tom Daley usou nas Olimpíadas de Londres de 2012.

LEIA MAIS  Guitarrista toca Enter Sandman enquanto usa cada vez mais pares de luvas de borracha

Falando sobre suas memórias de quebrar o instrumento em Nova York, Simonon disse: “O show tinha ido muito bem, mas para mim, por dentro, simplesmente não estava funcionando bem, então suponho que descontei no baixo. Se eu fosse inteligente, teria pegado o baixo sobressalente e usado aquele, porque não era tão bom quanto o que eu esmaguei”.

A fotografia icônica de Smith já foi citada como a melhor fotografia do rock n’ roll de todos os tempos pela agora extinta revista Q. “Não foi uma escolha tirar a foto”, disse Smith ao The Guardian em 2019. “Meu dedo simplesmente disparou. Você realmente não pode dizer que é Paul. Mas acho que é esse o ponto”.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários