MXPX e TUMBLEDOWN – Circo Voador, RJ (21/10/2011)

Em versão “All Star”, o MXPX aterrissou na lona do Circo Voador para um show íntimo. Se é isso que podemos dizer sobre uma apresentação com cerca de150 pessoas. Para a sorte da banda, os fies fãs presentes estavam super empolgados com Mike Herrera (baixo e vocal), Tom Wisniewski (guitarra), José Garzon (guitarra) e Yuri Ruley (bateria).

A noite contou com a abertura da banda carioca Phone Trio, que aqueceu o palco para o Tumbledown, projeto paralelo de Mike Herrera. A primeira passagem do Tumbledown pelo Brasil ficou marcada pelo repertório mais curto da história, com apenas quatro músicas e a versão acústica de “Wrecking Hotel Rooms”, do MXPX.

Após um curto intervalo enquanto o DJ tocava “Hey Ho, Let´s Go”, do Ramones, eis que o MXPX surpreende no palco tocando e vibrando ao som da lendária banda e dá ínicio a festa privada. A aparição surpresa foi uma bela abertura para animar o público inicialmente disperso do Circo Voador.

As músicas foram exatamente o que você poderia esperar de uma banda de punk-pop, todas com cerca de dois minutos e meio fazendo a galera sair do chão. As letras em grande parte abordando preocupações masculinas com sexo, amor não correspondido, como pegar meninas e fazer festas. Típicas letras teen com guitarra empolgante ao fundo, um digno punk-pop.

O MXPX mandou bem! Mesmo com a casa vazia os caras se mostraram empolgados e destacaram com muita simpatia que o Rio de Janeiro é perfeito para tocar. Só ficou uma reclamação: vamos dar uma turbinada nesse repertório e aumentar uns 30 minutos no tempo de apresentação, porque só uma hora é pouco para a gente.

Texto e Fotos: Gláucia Xavier

DEIXE SEU COMENTÁRIO: