Metallica está processando seguradora por danos decorrentes do adiamento da turnê 2020

O Metallica está processando o mercado de seguros londrino Lloyd’s of London por danos decorrentes das datas adiadas da turnê em 2020.

Vários programas que eles reservaram na América do Sul foram cancelados devido à pandemia de COVID-19.

De acordo com a NBC Los Angeles, Lloyd’s of London se recusou a compensar o Metallica pelas perdas monetárias que sofreram como resultado de ter que adiar a turnê.

A corrida de seis datas foi definida para acontecer em abril de 2020 no Chile, Argentina e Brasil, e teria servido como o primeiro conjunto de shows do Metallica desde o período de reabilitação de James Hetfield no final de 2019. Greta Van Fleet foi definida para ser o ato de abertura.

Antes da turnê, o Metallica adquiriu uma apólice de “seguro de cancelamento, abandono e não comparecimento” em caso de qualquer potencial adiamento ou cancelamento. Devido aos bloqueios mundiais, a turnê foi adiada. No entanto, o Lloyd’s of London citou a exclusão de doenças transmissíveis da apólice e se recusou a reembolsar a banda por suas perdas” com base em uma interpretação excessivamente restritiva da apólice”, diz o processo.

LEIA MAIS  Slipknot lançará novo álbum em 2021 e se separa da Roadrunner Records

A banda entrou com o processo na segunda-feira (7 de junho) no Tribunal Superior de Los Angeles, alegando que o Lloyd’s of London cometeu uma quebra de contrato ao negar-lhes compensação, e eles estão buscando danos não especificados como resultado. O Metallica ainda não anunciou as datas remarcadas para a turnê sul-americana. Por enquanto, os únicos shows que eles anunciaram para 2021 são algumas aparições em festivais no outono.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários