Megadeth volta às raízes para escrever novo álbum

14 de Abril de 2020

O co-fundador do Megadeth, David Ellefson, diz que as composições da banda para o próximo disco o lembram de como o grupo escreveu o material para seus primeiros discos.

Ellefson falou ao The Metal Voice sobre o novo álbum, que seguirá o esforço de 2016 “Dystopia” e, quando perguntado sobre a direção musical do novo material, ele respondeu: “Eu acho que é um ótimo álbum. É muito pesado. Tem muitas coisas realmente rápidas, e muito disso é que a vibração é muito coesa entre nós quatro”.

“Nós trabalhamos muito juntos, nós quatro. Todo mundo trabalha em casa, jogamos algumas idéias em uma pasta e começamos a trabalhar nisso. Mas trabalhamos muito tempo no verão passado, antes de termos de encerrar os tratamentos para o câncer de garganta de Dave [Mustaine], passamos alguns meses juntos trabalhando nisso, e isso foi ótimo, porque isso acrescenta um ângulo totalmente diferente, uma inclinação diferente, se você preferir, ao sabor do álbum”.

“Era assim que costumávamos fazer todos os álbuns iniciais, todos morávamos juntos em Los Angeles e ensaiávamos cinco, seis dias por semana e depois estávamos no estúdio juntos trabalhando nisso. E ao longo dos anos, as pessoas moram em locais diferentes e, é claro, temos muita disponibilidade de tecnologia digital, para que possamos enviar coisas para continuar colaborando mesmo em períodos de inatividade como esse, mas acho que há um sentimento real nesse álbum de que queremos que seja um álbum da banda”.

LEIA MAIS  Whitesnake apresenta a nova baixista Tanya O’Callaghan

“Não queremos que isso seja algo em que apenas entramos e meio que nos conectamos ao computador, gravamos nossas peças e voltamos para casa. E o processo de gravação é o que é, mas acho que para a escrita e a pré-produção fase em que estivemos, realmente colocamos o tempo como uma banda, e acho que será realmente exibido no álbum”.

FONTE: https://www.antimusic.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários