Marilyn Manson perde gravadora após alegações de abuso

Após as acusações de abuso ontem contra Marilyn Manson, a gravadora americana do músico Loma Vista o abandonou.

Em uma curta declaração postada nas redes sociais, a gravadora afirmou: “À luz das alegações perturbadoras de Evan Rachel Wood e outras mulheres que nomearam Marilyn Manson como seu agressor, Loma Vista deixará de promover seu álbum atual com efeito imediato”.

Eles também acrescentaram que também não trabalhariam com ele indo para a frente. “Devido a esses desenvolvimentos preocupantes, também decidimos não trabalhar com Marilyn Manson em nenhum projeto futuro”, escreveu Loma Vista.

Este rompimento de laços veio depois que cinco mulheres – Evan Rachel Wood, Ashley Walters, Sarah McNeilly, Ashley Lindsay Morgan e Gabriella – avançaram com inúmeras acusações contra Manson (nome verdadeiro Brian Warner). Evan escreveu que ele “começou a me preparar quando eu era adolescente e abusou horrivelmente de mim durante anos”, acrescentando que ela “sofreu lavagem cerebral e foi manipulada para se submeter”. “Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem”, disse ela. “Estou aqui para expor este homem perigoso e convocar as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele arruíne mais vidas. Eu fico com as muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio”.

FONTE: https://www.kerrang.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários