Marilyn Manson concorda em se entregar por conta de agressão em New Hampshire

Marilyn Manson supostamente chegou a um acordo com o Departamento de Polícia de Gilford, New Hampshire, para se entregar em conexão com dois mandados de prisão relativos a um caso de agressão simples por um incidente de cusparada em um show de 2019.

A notícia do mandado de prisão do roqueiro industrial veio no final de maio, quando foi relatado que ele estava enfrentando duas acusações de simples agressão por cuspir em um cinegrafista contratado no Bank of New Hampshire Pavilion durante uma apresentação.

Em um comunicado, o chefe de polícia de Gilford, Anthony Bean Burpee, disse ao USA Today que o promotor do departamento estava trabalhando com um detetive da polícia de Los Angeles para garantir uma data para Manson (nome verdadeiro Brian Hugh Warner) se entregar. “Estamos em um padrão de espera. Estamos simplesmente esperando que o Sr. Warner se entregue no mandado ativo para que possamos prosseguir”, diz parte do comunicado. Também foi dito que se Manson se entregar nas “próximas semanas”, então é provável que sua apresentação / julgamento ocorra em “meados de agosto”.

LEIA MAIS  Leo Viramundo lança show e documentário sobre música na pandemia

“O que tudo isso significa para nós é que… forçou o Sr. Warner a finalmente resolver seu mandado pendente [de New Hampshire], que, por sua vez, permitirá que a vítima do crime tenha sua palavra no Tribunal a fim de responsabilizar Warner por suas ações”, disse Burpee em um comunicado ao Boston Globe. Manson, que foi acusado de agressão e abuso sexual por várias mulheres, as atrizes Evan Rachel Wood e Esmé Bianco entre as mais proeminentes, também está enfrentando vários processos em Los Angeles em relação a essas acusações.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários