Mandraz lança “Parasitas”, seu terceiro single, que vocifera contra atual situação do Brasil

A banda paulistana Mandraz comemora a boa recepção do público ao seu EP de estreia e lança nesta quarta-feira, propositalmente dias após os feriados da Proclamação da República e Consciência Negra sua terceira música de trabalho, Parasitas, que é cantada pelo talento de João Luiz, também vocalista da banda Golpe de Estado e ex-King Bird.

A faixa chega aos principais streaming musicais após o “Por Novos Tempos” e “Refúgio”, e tem uma proposta completamente diferente das demais faixas.

Apesar da clara influência do rock dos anos 1980, “Parasitas” se difere por não ter uma proposta de tempo fluída, conta o compositor da música Daniel Berrettini: “Essa música é retrato da nossa total indignação com o atual governo de Jair Messias Bolsonaro. Indignação com toda a proposta de atraso social, moral e de ideias que esta estrutura de governo nos propõe e cava o poço em que o Brasil está”.

Berrettini, que também é o baterista da Mandraz, é o único compositor da música, mas destaca que os demais membros se sentem completamente representados por sua indignação em forma de música: “O G. Cross e o João Luiz estão em sintonia completa com a música e deram a alma para que essa canção não fosse algo pessoal. Fiquei bastante impressionado e emocionado ao ver e ouvir o resultado final. É triste que precisamos dar este tipo de grito ainda em 2021, mas é esse tipo de indignação que mantém o verdadeiro Rock ‘n Roll vivo”.

O baixista G.Cross ressalta que “Parasitas” não é apenas uma revolta, mas uma conclamação às mudanças: “Parasitas não cita fatos e nem nomes, é sobre o Brasil de hoje, claramente, mas é também sobre um país que não queremos para o nosso futuro, o futuro dos nossos filhos e netos. Antes de qualquer coisa, “Parasitas” é um alerta e um incentivo à luta na busca por mudanças. Parasitas é sobre revolta, mas na verdade é um grito de esperança”.

LEIA MAIS  Headspawn traz a energia e a nostalgia de seriado clássico japonês em novo single!

E é nesta mensagem de busca por mudanças e esperanças, que Daniel Berrettini, que também atua no mercado audiovisual, preparou um lyric vídeo especial com imagens de murais de grafites espalhados pela cidade de São Paulo e traduzem em imagens o grito de Parasitas: “Escolhi trabalhar com imagens de murais de grafites porque como o verdadeiro Rock ‘n Roll, a arte urbana é feita para contestar, fazer pensar, representar, protestar e ao mesmo tempo tornar o dia de quem tem contato com essa arte um pouco melhor. E apenas o combate a fome é mais importante hoje que tornar o dia de alguém melhor para nós da Mandraz. Triste é a realidade que nos faz voltar a lidar com a fome”, lamenta.

Voz do primeiro EP da Mandraz, o talentoso e experiente João Luiz, se diz tocado pelas letras e por isso topou o desafio de dar voz ao trabalho de uma banda nova ao mesmo tempo que é a personificação de um dos trabalhos mais históricos do rock brasileiro, a banda Golpe de Estado. “Eu sempre gostei de desafios em minha vida e isso é muito bom para nossa evolução como pessoa, a Mandraz foi e é um grande desafio para mim, é um projeto que se preocupa com a qualidade Rock ‘n Roll clássico, sem perder a sua atualidade”, declarou.

“Parasitas” já está disponível para audição em todas as plataformas digitais de stream e, também, em lyric vídeo disponível no Youtube. Confira!

FONTE: Assessoria da Banda

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários