LIMP BIZKIT – Gold Cobra, 2011

Fred Durst & cia estão de volta. Gold Cobra é o quinto álbum de estúdio da banda norte-americana. Este é o primeiro trabalho da banda desde The Unquestionable Truth Part 1 (2005), e seu primeiro álbum feito pela banda com todos os integrantes da formação original, desde Chocolate Starfish and the Hot Dog Flavored Water (2000) – além de Durst (vocal), Wes Borland (guitarra), DJ Lethal, John Otto (bateria e percussão) & Sam Rivers (baixo).

“Introbra”, mesmo com a participação de Gene Simmons (Kiss), não acrescenta nada. O álbum começa mesmo em “Bring It Back”, uma mistura de rap com new metal. Mas é na faixa-título, 2º single a ser divulgado (já com vídeo-clipe lançado) o primeiro dos meus destaques. A melhor introdução do álbum, boa batida, muito dinâmica! “Shark Attack” e “Get a Life”, logo em seguida, tem um nível bem parecido. “Shotgun”, 1º single lançado, é outra das minhas favoritas. Já “Douche Bag” achei muito repetitiva.

“Walking Away” é a híbrida do Gold Cobra. Começa lenta, tipo o clássico cover que eles fizeram “Behind blue eyes”, mas explode, do meio para o final. “Loser” mantem o mesmo tom da anterior, só cresce nos refrões. O atrativo fica pelo rap metal nas estrofes, com os cumprimentos de Durst. O álbum volta a ficar pesado em “Autotunage”, “90.2.10” (bem regular essa daqui) e “Why Try”, onde o new metal explosivo característicos da banda volta de vez! O problema é que derrapa novamente no encerramento “Killer in You”.

Gold Cobra é um álbum bem regular. Sem futuros grandes clássicos – sei lá, “Gold cobra” & “Shotgun” talvez, TALVEZ! rs -, mas nada que comprometa.

E está confirmado! A banda inicia sua turnê mundial de divulgação do Gold Cobra agora em Julho, com dois shows no Brasil. Os fãs latinos já aguardam há 13 anos para ver a apresentação da banda! Os espetáculos acontecerão no dia 23 de julho, na Fundição Progresso (Rio de Janeiro), com cobertura do ROCKZONE e no dia 26, no Via Funchal (São Paulo).

Autor: Victor “Montanha” Vieira

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários