Leandro Sant’Ana lança Espelho, curta inspirado no disco Brazil? [subst. masculino]

As inquietudes, provocações e protestos do disco BRAZIL? [subst. masculino] extermínio deliberado, primeiro álbum solo de Leandro Sant’Ana, norteiam também o curta-metragem Espelho, mais um produto pelo qual o contrabaixista paulista escancara um Brasil miserável (em amplos sentidos), repleto de contrastes e horrores.

Espelho tem música e imagens de Leandro Sant’Ana, que também assina a direção do curta, enquanto o texto e narração é obra de Tiago Silva.

A produção, define Sant’Ana, é o reflexo do hoje, do descaso e extermínio deliberado que o povo brasileiro enfrenta. Para tanto, Espelho se apresenta como um registro histórico de época, um momento que milhares de brasileiros querem logo esquecer.

“Quando o presente momento ficar para trás e olharmos para esse período tenebroso em nossa história, haverá a denúncia através do som do meu baixo e das outras artes que completaram todo o trabalho. Há música, poema, foto e vídeo”, comenta o músico e diretor.

Para Silva, o curta é um necessário rasgo no país. O seu texto é posto em conformidade com a música: exprime a angústia do Brasil atual. “O filme, a música, o poema, o conceito, paradoxalmente obscuros, lançam luzes naquilo que a gente não quer ver”, ele aponta.

LEIA MAIS  Hranice Abyss lança videoclipe do single “Pathfinder”

Sant’Ana e Silva também já atuaram juntos em uma banda, anos atrás. São cúmplices da indignação por meio da arte e entendem como atualizar as críticas. Foram adolescentes no período de ultra neoliberal que chegou com uma novidade cruel: o indivíduo deve se virar sem Estado, sem país, sem nação, ou morre. “O neoliberalismo, não penso apenas como modelo econômico, mas como toda uma forma de sociedade e de construção do sujeito nela, é fundamentalmente individualista”, eles apontam sobre um debate pertinente de Espelho.

Espelho é sobre isso também: o caos que essa ideia doentia de sociedade, essa “novidade” nada nova, cria é um mundo sombrio, violento, antipático.

FONTE: Tedesco Mídia

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários