Jerry Cantrell, do ALICE IN CHAINS, está trabalhando em novo disco solo

O guitarrista / vocalista do ALICE IN CHAINS, Jerry Cantrell, confirmou que está trabalhando em um novo álbum solo. O próximo marcará seu primeiro lançamento desde “Degradation Trip”, o épico álbum solo que ele fez em 2002 com o então futuro baixista do Metallica Robert Trujillo e o baterista do FAITH NO MORE, Mike Bordin.

Cantrell discutiu seus planos de gravar e lançar novas músicas solo durante um par de entrevistas que deu no mês passado. Enquanto conversava com Gibson sobre sua nova colaboração com o guitarrista, Cantrell abordou sua atividade solo, dizendo: “Haverá algumas coisas legais acontecendo este ano. Eu já fiz alguns shows em Los Angeles em dezembro com um grande grupo. Meu amigo me ajudou a montar um grupo muito legal de pessoas e fizemos alguns shows solo”.

“Eu estou nessa banda, ALICE IN CHAINS, desde 1987, há 33 anos. E esse sempre foi meu primeiro amor e meu compromisso, mas tive a oportunidade de fazer alguns discos solo e desde que a banda voltou, eu realmente não tive a oportunidade de revisitar isso”, continuou ele.

“[ALICE IN CHAINS] acabou de terminar a turnê em setembro com ‘Rainier Fog’, e geralmente tiramos um ano de folga quando terminamos a turnê de qualquer maneira – basta descansar um pouco por um segundo e depois revigorá-lo e focar em o que há de novo. Então, vamos tirar um ano de folga, eu pensei em fazer alguns shows e também estou trabalhando em algumas músicas. E haverá algumas coisas interessantes. Eu não quero dizer ainda o que está acontecendo, mas posso lhe dizer que haverá algumas coisas legais acontecendo este ano”.

Em uma entrevista separada com a People TV no tapete vermelho do evento beneficente MusiCares em homenagem ao AEROSMITH, Cantrell disse que tenta evitar ouvir outros artistas enquanto cria um novo material. “Eu mesmo estou trabalhando em um novo disco, então, geralmente, quando estou nesse tipo de modo, praticamente não ouço nada até terminar, para que nada ocorra lá”, explicou ele .

“Fiz alguns shows nos dias 6 e 7 de dezembro no The Pico Union Project em Los Angeles com alguns amigos e pude tocar parte do meu material em meus discos solo. Quando estou com ALICE, estou com ALICE, e isso leva a maior parte do meu tempo. Este ano, estamos tirando uma folga, então… Se você gostou de algum trabalho solo que eu fiz ou o trabalho com ALICE, tenho certeza de que você também pode gostar dessas coisas”.

LEIA MAIS  David Ellefson lança nova banda The Lucid, revela a primeira música e detalhes do álbum

Em 2018, Cantrell disse à Billboard que não estava muito bem quando fez “Degradation Trip”. “Eu estava realmente muito fodido naquela época, para ser honesto com você, e você pode ouvi-lo totalmente nesse disco”, disse ele. “Isso foi feito logo antes de eu ficar sóbrio, e também quando eu estava lidando com a morte da minha banda, e então a infeliz coincidência de Layne (vocalista do ALICE IN CHAINS) falecendo logo após o lançamento do disco. Portanto, não foi um bom momento na minha vida e aparece totalmente nesse disco”.

Cantrell acrescentou: “É um disco que eu não escuto mais por causa de todas as coisas que mencionei”, revelando que ele ficou sóbrio um ano após a gravação. Ele continuou: “Mas é um disco que é importante para mim, e eu vejo Robert e Mike de vez em quando e eles pensam: ‘Deveríamos fazer alguns shows, cara. Alguns shows de ‘Degradation Trip'”. [Risos] Eu digo que faremos isso algum dia”.

“Degradation Trip” foi o segundo passeio solo de Cantrell, depois de “Boggy Depot”, de 1998. ALICE IN CHAINS reagrupou-se em 2006 com William DuVall se juntando à banda e lançou seu terceiro LP com DuVall na programação, “Rainier Fog”, em agosto de 2018.

FONTE: https://www.blabbermouth.net/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários