Inteligência artificial cria nova canção do Nirvana, “Drowned in the Sun”

Graças ao Lost Tapes of the 27 Club, há uma faixa no estilo do Nirvana intitulada “Drowned in the Sun” para compartilhar, criada por inteligência artificial.

“Drowned in the Sun” é apenas uma das muitas faixas auxiliadas por IA criadas pelo Lost Tapes of the 27 Club, um projeto fundado por Over the Bridge que auxilia membros da indústria musical que lutam contra doenças mentais.

Na verdade, eles usaram o programa Google AI Magenta para analisar as obras de músicos como Amy Winehouse, Jim Morrison, Jimi Hendrix e outros para tentar prever e criar o que seria uma música atual do artista.

Seu programa inclui 30 músicas de cada ato, explora as melodias vocais, mudanças de acordes, riffs e solos de guitarra, padrões de bateria e letras antes de usar todos esses dados para criar uma nova faixa. Magenta analisa as músicas como arquivos MIDI, traduzindo a música em um código digital que pode ser alimentado por um sintetizador para recriar a música. O resultado para o catálogo de Kurt Cobain com o Nirvana é a canção “Drowned in the Sun”, que parece se encaixar perfeitamente na casa do que você esperaria. “I don’t care / I feel as one / Drowned in the sun” é o refrão da música que provavelmente soa e parece um pouco familiar para os fãs do Nirvana. O vocalista da banda de tributo ao Nirvana, Eric Hogan, fornece os vocais para a música também, mas ele está realizando o que a inteligência artificial proporcionou.

“E se todos esses músicos que amamos tivessem suporte de saúde mental?” disse o membro do conselho da Over the Bridge, Sean O’Connor, à Rolling Stone. “De alguma forma, na indústria musical, [a depressão] é normalizada e romantizada… Sua música é vista como um sofrimento autêntico”. Falando sobre o processo de criação das músicas, O’Connor afirma: “Foi muita tentativa e erro”, mas depois que prepararam suas composições, eles entregaram a música a uma casa de áudio para ajudar a organizar as diferentes partes para soar como o músico.

LEIA MAIS  O sonho de ter uma banda não tem prazo de validade

Hogan, que lidera uma banda de tributo de Atlanta intitulada Nevermind, disse que ficou surpreso com o projeto e o convite para participar. “Depois da conversa, eu ainda não achava que fosse uma coisa real”, diz ele. “E então eles me enviaram arquivos e dinheiro”. “Eu estava tipo, ‘Não sei como [cantar] isso’”, lembra ele. “Eu tive que fazer o cara que veio com a faixa IA murmurar e cantarolar [a música]. Eu me sentiria estranho tentando assumir o que [Cobain] faria. Eles tiveram que me dar um pequeno roteiro e, a partir daí, estava tudo bem”. Ele continua: “Se você olhar o último lançamento do Nirvana entre aspas, que foi, ‘You Know You’re Right’, isso tem o mesmo tipo de vibração. Kurt iria apenas escrever o que diabos ele quisesse escrever. E se ele gostava, então era uma música do Nirvana. Posso ouvir certas coisas no arranjo de [‘Drowned in the Sun’] como, ‘OK, isso é meio que uma vibe In Utero aqui ou uma vibe Nevermind bem aqui… Eu realmente entendi a IA'”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários