Hard Point lança EP de estreia com influências do stoner rock ao metal alternativo

A banda carioca Hard Point, segue promovendo seu EP de estréia intitulado “Can You Hear It?”.

As composições da banda transitam por vários estilos, destacando-se a influência do stoner rock, do metal alternativo e do grunge. A mensagem que a Hard Point propaga se encontra dentro do “mal-estar” da modernidade que o próprio nome da banda já anuncia.

O título “Can you hear it?” se apresenta como um trocadilho: você consegue ouvir isso? O “isso” ou “it”, em inglês, pode se referir tanto ao EP, às músicas, à banda, quanto a algo mais… como as vozes da cabeça de todos nós. Ainda nessa temática encontramos na capa do EP (produzida pelo artista Rodrigo Efez) a imagem de uma figura atordoada, com os braços cruzados, dando a impressão de incômodo. A cidade ao fundo da capa faz também parte da estética da banda que se assume dentro dessa perspectiva mais urbana.

A música “The Reckoning”, com uma pegada Stoner inspirada em “Queens of Stone Age”, é um verdadeiro acerto de contas do eu-lírico com as expectativas que o sistema que vivemos estabelece sobre nós.

A segunda música, com uma cara de funk-rock que transita entre o Limp Biskit e Rage Against The Machine, traz para o EP uma mensagem de indignação com o que as outras pessoas querem conosco. Essa letra fala muito das expectativas que o próprio indivíduo traz para si. Afinal, “quantas vezes ele precisa repetir a mesma coisa” para ele mesmo entender o que está dizendo?

LEIA MAIS  Silver Lake by Esa Holopainen lança videoclipe e single 'Storm' de álbum autointitulado

A terceira música do EP, “No Blood”, escolhida para lançamento do clipe da banda, apresenta uma atmosfera mais “dark” com um som que remete a um stoner mais arrastado e, a partir do backing vocal numa terça menor, relembra os melhores momentos de “Alice in Chains”. A mensagem dessa música fala sobre um eu-lírico que procura emoções reais e que , de alguma maneira, está atordoado e não consegue distinguir o que é ou não real. Não há “sangue” que possa me ajudar ou me curar. É um pedido de socorro.

Por fim, a banda apresenta uma versão mais pesada da banda “Depeche Mode” com a música “Wrong”. Nesse caso, a escolha da banda e da música falam por si só. Já que querem apresentar questões complicadas e que de alguma maneira incomodam as pessoas, nada melhor do que escolher uma música que tem como tema pessoas que estão sempre erradas.

A produção do cd foi feita por Rodrigo Miguez, do estúdio Mira, que faz uma participação nos backing-vocals de “Wrong”.

WhatsApp Image 2021-02-19 at 12.11.33.jpeg

FONTE: Collapse Agency

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários