Frenetic Trio lança lyric video da inédita Wrecking and Rolling

O Frenetic Trio está de volta com material inédito após 16 anos do lendário primeiro – e único – álbum homônimo, que logo tornou a banda de Londrina (Paraná) a referência máxima do psychobilly pesado nacional.

O single do inédito EP Undead Insurrection (que será lançado dia 4 de maio) é a aterrorizante ‘Wrecking and Rolling’, disponível em lyric vídeo.

A produção é de Vinicius Nogueira, da VNN Studio e também guitarrista do Almighty Devildogs. ‘Wrecking and Rolling’ assim como as demais três faixas do EP reafirmam e, ao mesmo tempo, revigoram o autêntico death metal psychobilly do Frenetic Trio. A temática continua sombria, influenciada pelo universo de mortos vivos e criaturas de filmes clássicos de terror da década de 1960.

O baterista Neri Orleone (The Mullet Monster Mafia e um dos idealizadores do Psycho Carnival, em Curitiba, já uma instituição da cena psycho latina americana), comenta sobre o single, o EP e a relevância de manter vivo o legado do Frenetic Trio: “Após o retorno aos palcos em 2018 num show épico no Psycho Carnival, além de outros shows pelo Paraná e São Paulo, era hora de mostrar que o Frenetic Trio, além de referência, é também uma banda que dá passos adiante. Assim começamos a produzir e gravar este EP no Casarão Music Studios, com Franco Torrezan, em Piracicaba”.

LEIA MAIS  Brigida expõe a manipulação de notícias falsas com o lançamento do single "Fake News"

Orleone está na banda desde 2019, quando assumiu as baquetas exatamente num Psycho Carnival ao lado dos membros originais Frenetic Z (guitarra/voz) e Theo (baixo).

O Frenetic Trio é pioneiro em fazer pychobilly pesado, com vocais guturais, distorções e a crueza em meio às composições, como no passado fizeram Motörhead, Celtic Frost e Bolt Thrower. A banda surgiu em 2002 em Londrina e fez fama com o debute de 2005, lançado à época no Brasil, Estados Unidos e Europa, seguido de uma turnê pelo Velho Continente. O disco, com a chancela de clássico, ganhou no final do ano passado a primeira versão em vinil, um 10 polegadas na cor vermelha em edição limitada pela gravadora paulista Neves Records.

FONTE: Tedesco Mídia

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários