Frankie Banali, ícone do Quiet Riot, morto aos 68

O baterista do Quiet Riot, Frankie Banali, morreu na noite de quinta-feira (20 de agosto) em Los Angeles aos 68 anos de idade após uma batalha contra um câncer de pâncreas. Ele deixa sua esposa Regina e filha Ashley.

Banali ajudou Quiet Riot a fazer história na música em novembro de 1983, quando seu álbum “Metal Health” se tornou o primeiro disco de metal a reivindicar o primeiro lugar na parada da Billboard 200, impulsionado pela capa de sucesso da banda do clássico do Slade “Cum On Feel The Noize”.

Frankie tem sido a força principal por trás da banda desde a morte do vocalista Kevin DuBrow em novembro de 2007, liderando-os em várias mudanças de vocalista e lançamentos de álbuns, incluindo seu esforço de 2019 “Hollywood Cowboys”.

LEIA MAIS  Alluvial lança destruidor novo single "Thy Underling"

Ele foi diagnosticado com câncer de pâncreas em estágio IV em abril do ano passado e teve seis meses de vida. Banali acessou as mídias sociais na semana passada para compartilhar esta atualização final: “Passei as últimas três semanas no hospital. Estou em casa agora. Tive duas transfusões de sangue. Também tive um derrame enquanto estava lá. Estou me reabilitando em casa. Obrigado por sua preocupação e votos de boa sorte”.

FONTE: https://www.antimusic.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários