Frankie Banali, do Quiet Riot, diagnosticado com câncer de pâncreas

Frankie Banali, do Quiet Riot, relata que ele foi diagnosticado com câncer de pâncreas no estágio quatro.

O baterista emitiu uma declaração através do jornalista e radialista Mitch Lafon para explicar por que ele perdeu alguns dos shows ao vivo da banda este ano.

Banali diz: “Eu só quero que todos os meus amigos e fãs saibam o que está acontecendo comigo e por que, infelizmente, perdi algumas aparições este ano.

“Desde 17 de abril, tenho lutado contra o câncer de pâncreas no estágio quatro.

“O prognóstico original foi muito assustador. Eu tive uma batalha bastante difícil e demorou muito, mas sou grato por dizer que, depois de várias rodadas de quimioterapia e outros tratamentos, estou me recuperando.

“O caminho a seguir não será fácil, mas o câncer alcançou o seu nível e pretendo continuar lutando. Eu gostaria de poder estar com todos vocês em todas as apresentações do Quiet Riot, já que esta é a primeira vez em 38 anos que eu perco um show.

“Por favor, saiba que se eu pudesse voar em um avião e fazer um show, nada mais teria me parado. Estou me sentindo muito melhor e mais forte agora.

LEIA MAIS  Alucinoise lança single “Lay Low” nas plataformas digitais

“Pretendo fazer o concerto Quiet Riot no Whiskey A Go Go em 26 de outubro e continuar em turnê em 2020 com o Quiet Riot, então espero vê-lo lá.

“Agradeço a todos os fãs que apóiam o Quiet Riot nos shows e espero que todos continuem com esse apoio, além de me manter em seus pensamentos e orações.”

Banali reformou o Quiet Riot em 2010 – uma medida que ocorreu após a morte em 2007 do vocalista Kevin DuBrow.

A banda lançou 10 em 2014, Road Rage em 2017 e lançará o Hollywood Cowboys em 8 de novembro através da Frontiers Music srl

A programação atual inclui Banali, Chuck Wright, Alex Grossi e Jizzy Pearl.

FONTE: https://www.loudersound.com/news

DEIXE SEU COMENTÁRIO: