Frankie Banali, do Quiet Riot, diagnosticado com câncer de pâncreas

Frankie Banali, do Quiet Riot, relata que ele foi diagnosticado com câncer de pâncreas no estágio quatro.

O baterista emitiu uma declaração através do jornalista e radialista Mitch Lafon para explicar por que ele perdeu alguns dos shows ao vivo da banda este ano.

Banali diz: “Eu só quero que todos os meus amigos e fãs saibam o que está acontecendo comigo e por que, infelizmente, perdi algumas aparições este ano.

“Desde 17 de abril, tenho lutado contra o câncer de pâncreas no estágio quatro.

“O prognóstico original foi muito assustador. Eu tive uma batalha bastante difícil e demorou muito, mas sou grato por dizer que, depois de várias rodadas de quimioterapia e outros tratamentos, estou me recuperando.

“O caminho a seguir não será fácil, mas o câncer alcançou o seu nível e pretendo continuar lutando. Eu gostaria de poder estar com todos vocês em todas as apresentações do Quiet Riot, já que esta é a primeira vez em 38 anos que eu perco um show.

LEIA MAIS  Dona Mag lança single com vocalista das Velhas Virgens

“Por favor, saiba que se eu pudesse voar em um avião e fazer um show, nada mais teria me parado. Estou me sentindo muito melhor e mais forte agora.

“Pretendo fazer o concerto Quiet Riot no Whiskey A Go Go em 26 de outubro e continuar em turnê em 2020 com o Quiet Riot, então espero vê-lo lá.

“Agradeço a todos os fãs que apóiam o Quiet Riot nos shows e espero que todos continuem com esse apoio, além de me manter em seus pensamentos e orações.”

Banali reformou o Quiet Riot em 2010 – uma medida que ocorreu após a morte em 2007 do vocalista Kevin DuBrow.

A banda lançou 10 em 2014, Road Rage em 2017 e lançará o Hollywood Cowboys em 8 de novembro através da Frontiers Music srl

A programação atual inclui Banali, Chuck Wright, Alex Grossi e Jizzy Pearl.

FONTE: https://www.loudersound.com/news

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários