Entrevista com Déia Cassali, da AGNELA

Rock Zone entrevistou a vocalista da banda Agnela, Déia Cassali. Pudemos conhecer um pouco de sua personalidade, seus objetivos como vocalista, um pouquinho da sua vida fora dos palcos e, sobretudo, o futuro dessa grande banda. Nós, da equipe Rock Zone, desejamos muito boa sorte à banda e que todos nós, fãs e admiradores, recebamos mais excelentes notícias em breve.

Como a banda foi formada e qual o principal motivo?

Déia Cassali: A banda foi formada há 5 anos. Tudo começou com a Nat (guitarra), Millah (baixo) e Loma (batera), formando a Pruff, posteriormente chamando a Betah para entrar como guitarra-base, e logo após, conhecendo a Déia (eu) na internet, que entrou como vocalista. Primeiramente, tudo começou por pura diversão. Aquela brincadeira de reunir os amigos e fazer um som, até começarmos os trabalhos próprios que foi quando passou a tomar muita seriedade e se transformar num sonho da nossa vida. 

Alguém já saiu da banda? Qual ou quais motivos?

Não. Nunca e nem vai acontecer. 

Quais as influências da banda?

Nacional: Pitty e internacional: Paramore.

Como vocês analisam a cena rock brasileira na atualidade?

Muito complexa, lotada de “panelas”. Parece mais uma cena econômica do que de rock em si, o Rock se subdividiu em milhares de gêneros, é triste pois isso destrói um pouco a história do próprio. Mas isso não nos faz desistir.

Os integrantes da banda possuem alguns projetos paralelos?
A Déia (eu), dá aula de inglês e a Loma faz eventos de incentivo à cultura.

Como você administra sua carreira com sua vida pessoal? Como faz para dar aulas durante a turnê?

Não dou rs. O coordenador do curso é meu grande amigo, ele sabe do meu trabalho como professora que é a minha paixão, mas sabe que a AGNELA é a minha vida, meu sonho, por fim, ele está sempre ali pra me ajudar. Quando tenho que faltar por alguma coisas, ele me cobre. Ele é um amor!

Vocês tem alguma data planejada para o próximo CD? Quantas músicas prontas? Qual o nome?

Não temos data planejada ainda, mas provavelmente em julho entraremos na pré produção. Já temos bastante música até para o quarto cd rsrsrs Graças a Deus, agora é sentarmos e escolhermos.

Pretendem manter o mesmo padrão ou talvez apresentar alguma influência diferente?

Quando fazemos um disco, não pensamos em influência, pensamos nas sensações. Quando a música lhe traz uma sensação boa é um ótimo sinal. O que não abrimos mão é do Rock. Mas provavelmente estaremos usando letras e arranjos mais maduros.

Cite uma música que realmente resume o espírito da banda e por que ela foi composta?

“Alguém Que Sou”.

Qual a história dessa música? Para quem ou por quê foi composta?

Alguém que sou é a versão de uma música nossa em inglês chamada “I’ll never gonna let you go.” Em portugues ela foi feita para a minha mãe, que não acreditava muito nesse meu sonho de ser cantora e pelos diversos atritos que passamos, rsrsrs mas ela é a minha heroína e mãe diná, não erra nunca na minha vida… E a música em inglês fiz para um ex que não valia nada rs, mas tudo bem, pelo menos ele me inspirou essa música bonita.

LEIA MAIS  Os vocais melódicos e ásperos de Daniel Gadelho a frente do Rematte

Quais as dificuldades que a banda enfrentou ou ainda enfrenta para divulgar suas músicas?

Todas rs! Somos uma banda que tem pouca estrutura financeira portanto nosso movimento é mais lento, porém temos a internet que de fato foi o pivô das nossas conquistas, já que basicamente tudo foi pela internet. Dificuldades haverão sempre, mas o importante é o quanto resistimos e nos unimos para seguir em frente. Se estivermos juntas todos os problemas se tornam muito menores.

Já receberam algum convite para darem shows internacionais?

UAU! Quem me dera, é sonho total… Não paro de fazer música em inglês, quem sabe nasce essa oportunidade? 

Qual show ou evento ou situação específica mais irônica ou engraçada que já ocorreu com a banda?

Nossa… Temos várias… Já chegamos a tocar para 10 pessoas, pois o contratante proibiu a entrada para menores de 18 anos em uma cidade de interior, onde no mesmo dia estava tendo uma festa de formatura da única faculdade da cidade rs. É claro que não poderia dar ninguém rsrsrs, demos boas risadas depois! Agradecemos aos 10 que foram!

Quais as pretensões futuras da banda? O que desejam alçar?

O céu é o limite, temos pensamentos grandes, como tocar no maracanã para milhares de pessoas. Mas vamos passo-a-passo rs, uma proxima musica de trabalho, um Clip, um proximo CD e assim vamos conquistando nosso espaço com muit dignidade.

Agenda dos próximos shows:

03/04 – Cascadura – RJ (Planet Music)

16/04 – Campo Grande – RJ (Agnela e Charlie Brown JR)

17/04 – Ilha do Governador – RJ (Agnela e Charlie Brown JR)

18/04 – Taquara – RJ (Festa Fechada)

20/04 – Campo Grande – RJ (Espaço Up)

25/04 – São Gonçalo – RJ (Bar do Blues)

Por último, se não existisse Agnela, onde estaria Déia Cassali?

Nos bares da vida, hahaha Brincadeira… A Déia estaria numa sala de aula, sendo feliz apenas nesses pequenos instantes de aula. Sem tatuagens, sem expectativas, de repente casada até… (ainda bem que a banda apareceu rsrsrs)! Não consigo me imaginar sem Agnela, juro que estou até tentando… Mas não me vejo sem minhas amigas, minha família, meu sonho! Pode parecer clichê, mas só estando aqui dentro de mim para saber.

Mensagem para o público da Rock Zone…

Não esqueçam de quem vocês são em sua essência, independente do que façam em suas vidas, e se possuem um sonho. Se trabalharem em direção a ele, todos os dias da sua vida, acreditem, a COISA ACONTECE. Se prendam à união e à fé, seja qual for sua religião.

Obrigado!!!

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários