Elvis queria os Beatles como sua banda de apoio

Em 31 de dezembro de 1970, Paul McCartney entrou com uma ação judicial contra seus companheiros de banda John Lennon, George Harrison e Ringo Starr para dissolver formalmente os Beatles.

Embora a notícia tenha sido de partir o coração para milhões de fãs devotos dos “Fab Four” de Liverpool, um homem sentiu uma oportunidade: quando os Beatles não estavam oficialmente extintos, Elvis Presley esperava recrutar John, Paul, George e Ringo como sua banda de apoio em Las Vegas.

Essa noção bastante ambiciosa, alguns podem dizer ridícula, foi revelada pelo lendário cantor galês Tom Jones, em uma conversa recente com o popular podcaster americano Marc Maron. Em 1970, Jones e Presley tinham residências em Las Vegas, e Jones lembra que Presley o abordou para pedir esclarecimentos sobre as notícias chocantes. “Elvis diz-me: ‘Está certo? Os Beatles se separaram?’”, lembra Jones. “Eu disse, ‘Sim’. E ele disse: ‘Uau, que pena’. Eu disse: ‘Sim, eles fizeram uma ótima música’. Ele disse: ‘Oh, não, não estou falando sobre isso… Achei que seria ótimo se nós os tivéssemos como nossa banda de apoio. Não seria ótimo fazer um show e ter os Beatles tocando para nós, você faz algumas das suas músicas, eu faço algumas das minhas’. E eu disse: ‘Não sei se isso aconteceria, mesmo que eles ainda estivessem juntos’”.

LEIA MAIS  Marilyn Manson tem mandado de prisão emitido sobre a cuspida durante show

Em uma conversa ampla e livre com Maron para o podcast WTF, Jones também revela que o guitarrista Eric Clapton poderia ter se juntado à sua banda de apoio se o Cream não tivesse decolado rapidamente. “Em Londres, nos anos 60, você sabia que estava no meio de tudo”, diz Jones. “Quando os Beatles derrubaram a porta, pensamos: ‘Estamos nisso, bem ali, com discos de sucesso. Nós saíamos em clubes diferentes todos juntos. Eric Clapton, lembro-me de falar com ele do lado de fora de um clube, e ele disse: ‘Olha, eu montei essa banda e vamos lançar um álbum, Cream. O primeiro não deu certo, se o segundo não der, vou tocar guitarra para você. Eu disse, ‘claro’”.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários