Dejair Benjamim, fundador Tchandala, lança EP solo No Rio dos Siris

Inquieto musicalmente. É assim que se define Dejair Benjamim, vocalista e fundador da banda de heavy metal Tchandala. Natural de Sergipe, decidiu fundir a música e a história do estado em seu primeiro trabalho solo, o Benjamim Saga.

O lançamento de Rio dos Siris nasceu de uma conversa com o amigo e doutor em História, Hermeson Pidele.

As quatro músicas do EP falam do encontro entre europeus portugueses e indígenas autóctones no Novo Mundo, no território no qual hoje localiza-se o estado de Sergipe, bem como a vida dos habitantes originais, o contato após a chegada dos europeus e seus desdobramentos e a guerra que se sucedeu, que resultou no extermínio dos grupos indígenas. Ouça o EP No Rio dos Siris aqui.

O nome da obra é baseado na nomenclatura de Sergipe, que é originado da antiga língua tupi através da junção das palavras siri (siri), ‘y (rio) e pe (em), que significa “No Rio dos Siris”, referindo-se ao Rio Sergipe.

Lançado pelo selo Preá Records, o EP conta com quatro músicas: Serigy, A Palavra e a Espada, Pacto de Sangue e O Retorno, todas com a coautoria de Benjamim Saga. Colaboraram ainda Cuper, Deo Miranda e Tchandala.

Sobre No Rio dos Siris

LEIA MAIS  Basmoura & A Banda dos Sonhos usa blues rock para falar sobre ansiedade

“Sou um admirador e curioso da história de Sergipe e a música é um dos mais poderosos veículos de aprendizado que existe. Então, por que não fundir tudo isso?” explica o músico.

Com referências dentro do rock e do heavy metal, passando por vertentes do thrash, hard rock, death metal, além das passagens com características regionais, o projeto tem uma banda exclusiva para este EP: o próprio Dejair Benjamim no vocal, o guitarrista/produtor Marcos Cupertino, além do guitarrista Rafael Moraes e o violeiro Deo Miranda.

Ficha técnica:

Direção e produção musical: Marcos Cupertino
Mixagem e Masterização: Marcos Franco (Estúdio Revolusom)
Direção lírica: Dr. Hermeson Menezes (Pidele)

Vocais: Dejair Benjamim
Backing vocals: Marcos Cupertino
Guitarras: Marcos Cupertino
Guitarras solo: Rafael Moraes
Baixo: Marcos Cupertino
Bateria: Marcos Cupertino
Violas: Deo Miranda
Percussões: Jeová Fonseca e Emílio Ferro

FONTE: Tedesco Mídia

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários