Dave Mustaine do Megadeth: como foi o perdão e a volta com David Ellefson

Hoje, não há rixa entre os veteranos do Megadeth, Dave Mustaine e David Ellefson.

Em 2004, porém, esse não foi o caso, pois Ellefson tentou processar seu então ex-colega de banda pela soma de $18,5 milhões. Por fim, os dois deixaram tudo para trás e em uma nova entrevista Mustaine explicou como ele perdoou o baixista e o recebeu de volta na banda.

“Eu acho que o perdão é uma coisa superlegal”, disse Mustaine à Fox Sports 910 ‘Freak Nation’ (transcrição via Blabbermouth) ao discutir seu novo livro, Rust in Peace: The Inside Story of the Megadeth Masterpiece, que está à venda agora.

“Quando David Ellefson ter me processado por US$ 18,5 [milhões], e o juiz rejeitou [em janeiro de 2005] e o fez pagar muito dinheiro além disso, ele teve sua bunda entregue a ele em público”, descreveu Mustaine, que admitiu: “E fiquei muito, muito, muito magoado com as coisas que ele disse sobre mim. E pensei: ‘Quer saber? Se nunca mais o ver, acho que ficarei bem’. E eu estava triste, mas imaginei que ele tinha morrido”.

O destino tinha planos diferentes, no entanto, como Mustaine lembrou: “Um dia, eu estava voltando de Dallas para casa e o voo parou em [a cidade natal de Ellefson] Phoenix e, por algum motivo estúpido, liguei para ele e disse: ‘você quer jantar?’ e ele disse: ‘Sim’. Então saímos”.

A partir daí, as intenções foram bem claras. “A primeira coisa que ele disse foi: ‘Eu quero te dizer, a coisa mais estúpida que eu já fiz foi processar você, e eu quero me desculpar’. E eu olhei para ele e esperei um pouco, e disse, ‘Dave, eu te perdoo. Eu te perdoo completamente. Eu te amo’. E acabou assim”, confessou o frontman do Megadeth.

LEIA MAIS  Pavilhão 9 lança single "Lockdown (Cidade Perdida)" na sexta-feira, dia 13

É uma lição de vida que Mustaine carregou consigo e pediu aos outros que a considerassem em suas vidas. “Acho que isso é realmente algo ótimo que as pessoas deveriam levar consigo hoje, qualquer pessoa que estiver ouvindo isso. Pode haver alguém que você precisa perdoar ou alguém a quem você precisa se desculpar, mas vou lhe dizer o que – faz [você sentir ] muito melhor no final do dia”, afirmou o líder do Megadeth.

Ellefson, que fez parte do Megadeth de 1983 a 2002, voltou oficialmente ao lendário grupo thrash em 2010. Ele pode até cantar em uma balada sobre todo o passado ruim entre ele e Mustaine no próximo álbum do Megadeth. Mais recentemente, Mustaine comparou o novo material aos dois primeiros álbuns da banda.

FONTE: https://loudwire.com/

DEIXE SEU COMENTÁRIO: