Dave Grohl relembra a última troca de emails com David Bowie

1º de Maio de 2020

Ao longo dos anos, muitas oportunidades surgiram no caminho de Dave Grohl, incluindo as chances de conhecer alguns de seus ídolos. No último capítulo de “Dave’s True Stories”, o vocalista do Foo Fighters relembra sua última troca de emails com um de seus ídolos, o falecido David Bowie.

Grohl se lembra da primeira vez que conheceu Bowie enquanto participava da festa de 50 anos do músico no Madison Square Garden, mas só anos depois, trabalhando com o antigo produtor de Bowie, Tony Visconti, seus caminhos se cruzariam novamente.

Grohl estava trabalhando na música para uma trilha sonora de filme na época e através de Visconti foi possível ver se Bowie poderia estar interessado em contribuir para o projeto.

“Eu abri meu e-mail casualmente uma manhã e literalmente ofeguei quando vi o nome dele. Ele realmente ouviu a faixa! Mas, além disso, DAVID BOWIE ESCREVA EMAILS!!! O QUE É???”, disse Grohl. “Com a emoção de uma criança hiperativa na manhã de Natal, prendi a respiração e a abri apressadamente. Se bem me lembro, foi algo assim:

“Caro David, não. Amor, David”.

Grohl diz que a carta foi mais elaborada e Bowie foi gentil e elogioso, mas não se importou com o gênero do filme. “Simplesmente não fui feito para esses tempos”, disse Bowie, mas o cantor acrescentou que adoraria trabalhar em outra coisa algum dia. Grohl respondeu: “Ei, cara, obrigado por ouvir a música… espero que você esteja bem, e deixe-me saber se você gostaria de fazer música juntos algum dia”, ao qual Bowie respondeu: “Bem, está resolvido. Agora vá se foder”.

O vocalista do Foo Fighters admite que não tinha certeza de como responder à resposta de Bowie, se ele estava ou não irritado ou apenas estava realmente mostrando sua sagacidade perversa. Grohl respondeu: “Te vejo daqui a 17 anos”, ao qual Bowie respondeu: “Não se eu te ver primeiro”, ainda deixando Grohl perplexo. Ele respondeu: “O que, não há mais festas de aniversário no Madison Square Garden?” com Bowie reagindo: “Chega de aniversários, acabei com eles”.

LEIA MAIS  Nightbird Records lança coletânea de músicas inéditas compostas durante isolamento social

As trocas continuaram com Grohl convidando Bowie para o seu 50º e depois os dois relembrando o show no Madison Square Garden, com Grohl finalmente percebendo que Bowie estava apenas lhe dando um pouco de tristeza antes.

O cantor diz sobre a troca final com Bowie: “A visão retrospectiva é uma lente embaçada, estou convencido. É muito fácil deslizar em tons escuros de revisionismo se você não tomar cuidado. Momentos são momentos e devem ser valorizados como tal. O mundo não tinha ideia de que David estava doente e, quando ele faleceu dois dias após o lançamento de seu último álbum, Blackstar, relembrei minhas lembranças dele com um grande senso de carinho e também profunda tristeza”.

“Especialmente a nossa última troca. Partiu meu coração reler a frase: ‘Chega de aniversários, acabei com eles’, pensando que talvez, apenas talvez ele soubesse algo que não sabíamos”, diz Grohl. “E, sendo o cavalheiro que ele sempre foi, não queria que a gente sofresse a dor dele. Mesmo assim, ainda dói. Nada dura para sempre, mas as melhores coisas sempre parecem terminar muito cedo”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários