Confira os mentores de Vento Norte, um workshop gratuito sobre produção musical

O cantor e compositor Vinaa acaba de disponibilizar em seu canal do YouTube o workshop Vento Norte: Produção Musical, Identidade de Origem e Valorização da Música Feita no Maranhão.

Totalmente gratuito, o curso tem instrutores com grande bagagem na indústria musical: Zeca Baleiro, que além de cantor e compositor é, também, fundador do selo Saravá Discos; Guilherme Kastrup, multi-instrumentista e produtor musical que já trabalhou com grandes nomes da música nacional como Elza Soares e Chico Sallen; Mestre Zé Américo Bastos, arranjador, instrumentista e produtor que ganhou um Grammy Latino com o álbum ao vivo “Iluminado”, lançado em 2010 por Dominguinhos e Luiz Cláudio, produtor com grande influência em projetos sociais e culturais, fundador do selo Zabumba Records e o mentor mestre do curso, tendo em vista que ele foi o responsável por convidar os demais instrutores.

“O objetivo deste projeto é democratizar a cultura. É inclusão social, voltada para músicos, principalmente para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de produzir”, conta Vinaa.

A identidade visual do workshop é a mesma de “Fé de Alimária”, álbum fruto de uma extensa pesquisa sobre a música maranhense que chega às plataformas de streaming em outubro. Todo o conceito traz uma ligação direta entre o workshop e o disco. “Tudo isso tem o propósito de fomentar a cadeia produtiva da música. Já que não podemos tocar, vamos estudar, se profissionalizar”, conclui Vinaa.

Luiz, que fez os convites aos instrutores, comenta um pouco sobre cada um: “Kastrup é um dos mais inovadores produtores da cena musical brasileira. É um profissional que trabalha com a nova e a velha geração. Ele produziu o álbum “A Mulher do Fim do Mundo”, da Elza Soares, que lhe rendeu um Grammy Latino. Ele também traz essa ponte da música com as linguagens eletrônicas e percussivas, todas muito bem trabalhadas em suas diferentes texturas e dinâmicas. Já o Zeca tem uma compreensão melódica, harmônica e rítmica que é impressionante em suas produções. Seus trabalhos não ficam só em discos, ele produz para teatro, dança…Um artista e produtor completo. Vale dizer também que ele dialoga muito bem com a tradição, esta, no caso, a de nossa terra, o Maranhão. O Zé Américo, digamos, é a grande referência maranhense no cenário musical brasileiro. Seus arranjos são percebidos à distancia. Um domínio harmônico que é absurdo, além do bom gosto, principalmente no teclado e na sanfona. Também ganhou um Grammy Latino com o disco em homenagem a Dominguinhos. Em síntese, esses três ícones da produção musical brasileira traduzem o que é produzir: Sofisticação, simplicidade, linguagens contemporâneas e tradição”.

Com apoio da Fapema (Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão), do Governo do Maranhão e do Sebrae Maranhão e realização da Alameda Produções, o projeto só foi possível pela proximidade que a internet proporcionou aos profissionais e também a facilidade que o ambiente virtual traz para aqueles que buscam conhecimento online. Com exceção de Luiz Cláudio, que gravou do estúdio Zabumba Records, Kastrup, Zeca e Zé Américo fizeram as gravações em suas respectivas casas.

Sobre Vinaa

LEIA MAIS  Andrea Martins explora vertigens na introspectiva e pulsante "Asma"

Vinaa é um cantor e compositor maranhense com dois álbuns em catálogo, sendo o primeiro, Bordel de Amianto e a Glória dos Loucos Por Sex Appeal, lançado em 2017 e o segundo, Elementos e Hortelã na Terra dos Eucaliptos em 2019. Desde sua estreia como músico, colecionou uma turnê nacional, cinco indicações a prêmios e mais de 100 mil plays em plataformas de streaming. O artista prepara para outubro o lançamento de “Fé de Alimária”, disco feito com base em uma extensa pesquisa musical.

Sobre Luiz Cláudio

Luiz Cláudio é um percussionista, arte-educador e pesquisador da cultura popular natural de Belém do Pará. A partir do final da década de 70 passou a residir no Maranhão. Desde então, tem atuado em diversos projetos sociais e musicais. Entre seus feitos estão a criação da trilha sonora para o espetáculo Badulaques e a realização de uma oficina de música brasileira no Clube do Choro de Paris. Já tocou e gravou com Nelson Ayres, Ceumar, Naná Vasconcelos, Chico Saraiva, a Barca, Péri, Flávia Bittencourt, Zeca Baleiro e Rita Ribeiro, Monserrat, entre muitos outros artistas nacionais e internacionais. É também fundador do selo e estúdio Zabumba Records, em São Luís (MA).

Sobre Zeca Baleiro

Zeca Baleiro é um cantor, compositor e produtor com mais de 20 anos de carreira. Um dos músicos mais plurais da música brasileira, coleciona parcerias com músicos diversos, sucessos e releituras. Natura de São Luís (MA), é também fundador do selo Saravá Discos.

Sobre Kastrup

Kastrup é um músico multi-instrumentista e produtor musical nascido no Rio de Janeiro. Como músico, já esteve ao lado de nomes como Adriana Calcanhoto, Arnaldo Antunes, Chico César, João Donato Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Tom Zé, Zeca Baleiro, Jorge Drexler (Uruguai), Roberto Fonseca (Cuba), Tokiko Kato (Japão), Krishna Das (EUA), entre muitos outros. A partir de 2001, com a construção do estúdio Toca do Tatu, em São Paulo, passou a colaborar em trabalhos musicais como produtor. Teve, desde então, grandes êxitos, como o álbum “A Mulher do Fim Do Mundo”, lançado por Elza Soares em 2015.

Sobre Zé Américo Bastos

Zé Américo Bastos é um maestro, arranjador e compositor maranhense. Com vasta contribuição para a música brasileira, já trabalhou com artistas como Jackson do Pandeiro, Francis Hime, Dominguinhos Elba Ramalho. Em 2010, produziu o disco ao vivo “Iluminado”, de Dominguinhos. O lançamento rendeu um Grammy Latino para o álbum na categoria Melhor Álbum de Raiz Brasileiro.

Sobre Vento Norte

Vento Norte Produção Musical, Identidade de Origem e Valorização da Música Feita no Maranhão é um workshop idealizado pelo músico Vinaa e que tem ligação conceitual com o álbum “Fé de Alimária”, no qual o principal objetivo é a valorização e a propagação da cultura musical feita em solos maranhenses.

FONTE: Assessoria do Artista

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários