Cientistas descobriram um planeta onde literalmente chove metal

12 de Março de 2020

O núcleo interno da Terra pode ser rico em metal líquido quente, mas acontece que nosso planeta pode não ser o planeta mais metálico do cosmos. Afinal, os astrônomos descobriram recentemente um mundo em que literalmente chove metal do céu.

Claro, na Terra, pode-se dar um passeio e, possivelmente, ficar preso em uma chuva torrencial de água. Mas no planeta extra-solar WASP-76b, seres teóricos teriam que se abrigar de chuvas de ferro atmosférico. Foi isso que as descobertas da revista científica Nature destacaram na quarta-feira (11 de março).

Conforme relatado pela CNET, a descoberta vem de 60 dias de observação do WASP-76b dos astrônomos através do Very Large Telescope do Observatório Europeu do Sul, localizado no Chile. Um novo instrumento no telescópio os ajudou a “estudar a absorção da luz emitida pelo planeta ultra-quente”.

O que descobriram foi que as temperaturas super quentes de um lado do planeta travado por marés contribuem para a chuva de ferro do outro lado. De fato, a temperatura de 3800 graus Fahrenheit no lado diurno do WASP-76b vaporiza metais como ferro. No lado noturno “mais frio” (2700 graus), o ferro se condensa na chuva.

LEIA MAIS  A bateria de Alex Van Halen tocada no palco de 1980 pode ser sua por US$275.000

“As observações mostram que o vapor de ferro é abundante na atmosfera do dia quente do WASP-76b”, explicou a astrofísica Maria Rosa Zapatero Osorio em um comunicado à imprensa. “Uma fração desse ferro é injetada no lado noturno devido à rotação do planeta e aos ventos atmosféricos. Lá, o ferro encontra ambientes muito mais frios, condensa e chove”.

David Ehrenreich, outro cientista participante e principal autor do estudo, diz: “pode-se dizer que este planeta fica chuvoso à noite, exceto que chove ferro”. É um planeta heavy metal.

FONTE: https://loudwire.com/

DEIXE SEU COMENTÁRIO: