Cantor inglês Gideon Foster busca equilíbrio no universo em “Utopian Dystopian”

Após buscar e não encontrar respostas na espiritualidade, o inglês Gideon Foster se voltou para a música e descobriu a paz.

Dialogando com o lo-fi, o psicodélico e o rock alternativo, o artista busca poesia entre o amor e o caos no single “Utopian Dystopian”.

Aos 52 anos, o músico lança suas primeiras composições em uma série de canções inéditas.

A faixa se une a esse crescente catálogo e está disponível em todas as plataformas de música digital. Ouça “Utopian Dystopian” aqui.

Com formação musical erudita, Gideon sempre levou a arte como parte de sua expressão. Porém, este seu lado ficou em segundo plano por muito tempo. Após passar por traumas, ele buscou respostas em algo que o elevasse ao transcendental e foi a música que o direcionou neste caminho.

LEIA MAIS  Nita Strauss diz que seu novo álbum tem seus "vocalistas favoritos de todos os tempos"

“Um dia peguei meu violão de novo e de repente todas essas melodias começaram a fluir. Eu acho que a música realmente foi minha cura. Acho que o meu lado espiritual se uniu com minha parte artística e disse que você pode fazer canções sobre isso”, conta ele.

Composta quase duas décadas atrás, “Utopian Dystopian” foi redescoberta com novo olhar e novos significados na atual fase da vida de Gideon Foster. Realizada com o jovem produtor Si e arte de capa do brasileiro Bruno Taki, a faixa chega a todas as plataformas de streaming de música.

FONTE: Build Up Media

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários