Bruce Dickinson e o diretor de Anvil se unem para o filme de Sarajevo

A história já foi contada uma vez no documentário de 2016 Scream For Me, Sarajevo!, onde Bruce, sua banda, organizadores, fãs e soldados revelaram como, com a ajuda da ONU e do Exército Britânico, ele e sua banda escaparam para a cidade para fazer o show e como era a vida para as pessoas comuns em Sarajevo, onde sair para a rua corria o risco de ser morto por um atirador de elite.

Agora, Bruce se juntou a Sacha Gervasi – criador de Anvil: The Story Of Anvil! – para trabalhar em um roteiro da história.

Como no documentário, Bruce ressalta que o filme é sobre as pessoas ali, e seu show é simplesmente contexto. Ele ficou lá por menos de uma semana. As pessoas que foram vê-lo continuariam a viver em uma zona de guerra em que a energia e a água eram frequentemente cortadas, até o fim da guerra em 1996. Tão brutal foi a violência que 14.000 pessoas – muitas delas civis – perderam a vida, e em como consequência, oficiais de alta patente do exército sérvio foram condenados por crimes contra a humanidade.

LEIA MAIS  Veja Steven Tyler e Billy Gibbons de ZZ Top unirem forças para cobrir o Fleetwood Mac

“Os poucos dias incríveis que passei em Sarajevo com minha banda solo antes do Natal de 1994 foram alguns dos mais intensos da minha vida”, explica Bruce. “Elaborar uma história para trazer as emoções, a loucura, a tragédia e o triunfo para a tela não é uma tarefa fácil. Minha própria jornada foi como um cantor de heavy metal de cabelos compridos dirigindo em tiroteios em uma cidade que estava sob cerco há mais tempo do que Stalingrado. A minha não foi, é claro, a única viagem feita naquele dia, e depois, em casa em Londres, deixei para trás em Sarajevo companheiros de viagem na estrada da vida. Na verdade, este filme é dedicado à história deles, não à minha”.

FONTE: https://www.kerrang.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários