Blaze Bayley relembra seus anos no Iron Maiden como “um tempo de turbulência”

Blaze Bayley falou sobre liderar o Iron Maiden nos anos 90 e como foi uma “época de turbulência”.

Substituindo Bruce Dickinson em 1994, o primeiro single de Blaze com o Iron Maiden foi Man On The Edge.

A canção alcançou a décima posição na parada de singles do Reino Unido, mas o álbum em que estava, The X Factor, foi criticado pela imprensa.

Falando na nova edição da revista Metal Hammer, Blaze se lembra de ter que dar uma lição para Steve Harris em um ponto: “Foi uma época de turbulência”, Blaze admite. “No Reino Unido, os escritores da época queriam o Maiden, bem antes de Bruce partir. Foi, ‘Meu Deus, o Maiden ainda não morreu? Você não sabe, o grunge está aqui! ‘Lembro-me de uma vez, Steve perguntando: ‘Oh, o que eles vão pensar sobre esta ideia? Eles vão me criticar porque é algo que eu sempre faço?’, eu disse, ‘Steve, foda-se eles. Você é o Iron Maiden! Faça o que você quiser! É para os fãs, não para os jornalistas’”.

A música Man On The Edge foi escrita por Blaze e o guitarrista Janick Gers, que se juntou à banda em 1990. Blaze escreveu a letra e foi inspirada no filme Falling Down de 1993 – sobre um homem que finge se deslocar para trabalhar para sua família não saber que perdeu o emprego. “O que conectou esse filme a mim é que, quando eu estava na escola, era comum ter uma rodada de entrega de jornal”, Blaze disse a Hammer. “Eu me inscrevi, mas fui demitido depois de alguns meses. Eu estava com medo do meu padrasto na época, então ainda me levantava às 6h30 e saía de casa. Eu esperaria ele ir trabalhar antes de voltar. Não foi um bom relacionamento entre ele e eu”.

LEIA MAIS  O artista mineiro KK lança seu álbum de inéditas “A Gente Tenta Até Conseguir”

Blaze lembra como foi emocionante ter o selo de aprovação de Steve em Man On The Edge: “Quando Janick e eu levamos os ossos da ideia [para Man On The Edge] para Steve e ele achou que era bom, foi incrível! Aos meus olhos, ele é um gigante – alguém que escreveu tantas canções importantes na cultura pop e heavy metal. Alguém que eu admirava como compositor disse: ‘Essa é uma boa ideia’. Uau!”.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários