Baterista indonésio com kit caseiro ganha um upgrade graças a Mike Portnoy

Em meados do ano passado, um fundo online foi lançado para arrecadar dinheiro para comprar um kit de bateria para Deden Noy, um baterista indonésio cujas versões de canções de nomes como Dream Theater e Rush, tocadas em um kit caseiro em ruínas, se tornaram viral.

“Encontrei o Deden no Facebook há alguns dias”, escreveu o criador do fundo, Renan Sanchez”. Como músico e grande fã do Dream Theater, fiquei completamente maravilhado com a perseverança e as habilidades de Deden. Ele é a prova de que os seres humanos são capazes de coisas bonitas, mesmo quando a situação não é a mais favorável”.

“No vídeo, ele toca Dance of Eternity, que é indiscutivelmente uma das músicas mais difíceis de tocar considerando as mudanças de técnica e compasso. Deden mora no oeste da Indonésia e a loja de música mais próxima fica a 20 horas de carro de Jacarta. Conseguimos arranjar alguém para levá-lo lá, mas eu realmente quero dar a ele uma bateria incrível”.

Ótima ideia, certo? Bem, o esforço de arrecadação de fundos ficou aquém da meta de US$ 1.000 e a campanha perdeu ímpeto. O antigo baterista do Dream Theater e atual Neal Morse Band / Flying Colors / Transatlantic / Winery Dogs / Liquid Tension Experiment / Metal Allegiance e Sons of Apollo foi às redes sociais para dizer que um novo kit estará em breve a caminho da Indonésia.

LEIA MAIS  A Arte de Berrar: Vocal gutural expressa sentimentos e sonhos

“Recentemente, recebi centenas de mensagens com links para Deden Noy tocando minhas músicas em um kit caseiro”, twittou Portnoy. “Seus talentos são realmente incríveis e estou no processo de conseguir para ele um novo kit e pratos com o incrível apoio de Tama e Sabian”.

Depois de ser inundado de elogios, Portnoy twittou uma segunda mensagem, dizendo: “Embora eu aprecie todos os comentários felizes, o mesmo crédito deve ir para as grandes pessoas da Tama e Sabian [patrocinadores de bateria e pratos de Portnoy] por apoiarem minha ideia. Na verdade, são eles que vão ter que lidar com o “trabalho pesado”. E agora todos podem parar de me mandar os links também!”.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários