Assista esta suave versão de jazz de “Everlong”, do Foo Fighters

Foo Fighters, mas como jazz? Não resmungue com a ideia.

O clássico “Everlong” da banda liderada por Dave Grohl foi refeito de uma forma jazz pelo prolífico vocalista do YouTuber e Ten Second Songs, Anthony Vincent. E, acredite ou não, a combinação é tão suave quanto poderia ser.

Imagine entrar em um lounge enfumaçado nos anos 80 ou 90 e pegar uma highball enquanto um showman com uma combinação de jazz oferece o entretenimento da noite. Mas talvez seja um universo alternativo onde o cantor está cantando sucessos de rock alternativo, em vez da música descontraída usual do clube.

Nesse ponto, o talento de Vincent é inegável – ele pode cantar no estilo de Tool tão bem quanto pode transformar Adele em 25 gêneros diferentes. No início deste ano, Vincent até fez um cover de synthwave de “Man In The Box”, de Alice in Chains. Mas Vincent não é o único a agradecer por esta versão inventiva do Foo Fighters. É Joey Izzo no vídeo que fornece o acompanhamento; Izzo também mixou e dominou a faixa. E Vincent tem estado ocupado este ano. Em março, ele compartilhou um cover acústico de “Like a Stone” do Audioslave. Em janeiro, ele fez uma versão balada para piano de “Would?”.

LEIA MAIS  Veja como ficaria Good Riddance (Time of Your Life), do Green Day se lançado no Dookie

O próprio Foo Fighters acaba de lançar um novo álbum. Chama-se Medicine at Midnight e traz os singles “Waiting on War”, “No Son of Mine” e “Shame Shame”. Em fevereiro, os Foos foram incluídos entre os indicados em 2021 para possível indução ao Rock Hall of Fame.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários