Assista a visionária suíça tocando Black Sabbath num “hurdy gurdy”

“Há muito tempo, em uma terra esquecida e distante, alguém teve a ideia de combinar um violino e um moedor de café”, diz Michalina Malisz. “Foi assim que nasceu o hurdy gurdy”.

Michalina pode estar brincando, mas tudo bem. Como tocadora barulhenta da banda suíça de metal Eluveitie, ela ganhou todo o direito de dizer o que quiser sobre o instrumento escolhido.

Ela também ganhou o direito de tocar o que quer que ela goste, o que inclui investigar o poço de riffs sem fundo de Tony Iommi para fazer alguns antes de submetê-los ao tratamento do instrumento.

Paranoid? Ok. Sabbra Cadabra? Ok. A National Acrobat? Sweet Leaf? Supernaut? Elas estão todas aqui. E todas elas são extremamente condizentes com o instrumento.

“Um hurdy gurdy é um instrumento complexo, com muitas partes e, por isso, a coisa mais importante nesse instrumento é o equilíbrio”, diz Michalina. “Portanto, as peças funcionam bem juntas. O equilíbrio é a regra número um na construção do instrumento e no papel do instrumento”.

LEIA MAIS  Chester Bennington é lembrado quatro anos depois de sua morte

Esta não é a primeira aventura de Michalina com covers de clássicos do rock – apenas no mês passado ela lançou uma versão do Master of Puppets do Metallica. Também no mês passado, o especialista em sanfona francês Guilhem Desq apresentou uma capa do Cowboys From Hell do Pantera no instrumento. Deve ser uma coisa nova, claramente.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários