Angus Young nomeia sua música menos favorita do AC/DC

Angus Young nomeou sua música menos favorita do AC/DC.

Questionado pela revista Vulture para nomear a música do catálogo de 193 faixas da banda que ele mais se arrepende, o guitarrista optou pela primeira e única balada da banda.

“Em nosso primeiro álbum, High Voltage, fizemos uma canção de amor chamada Love Song,” diz Young. “Isso foi muito diferente para nós. Eu não sabia se estávamos tentando parodiar canções de amor da época, porque Bon [Scott] escreveu as letras. Eu nem me lembro quais são as palavras”.

“Eu me lembro dessa música porque o cara que trabalhava para nós na nossa gravadora nos disse que era o que estava na rádio local na época – música muito suave. Ele achou que deveríamos lançar essa música, porque provavelmente iriai tocar no ar. Lembro-me de ter pensado: ‘Quem em sã consciência gostaria que isso fosse lançado?'”.

Tudo acabou bem, no entanto. “Tivemos muita sorte, porque todas as estações de rádio que nos viram ao vivo sabiam que não éramos quem éramos”, acrescenta Young. “Então, essas estações começaram a virar o disco e tocar a outra música, que era um cover de um padrão de blues chamado Baby, Please Don’t Go. Na verdade, conseguimos um hit do lado B! Essa foi a graça salvadora da música”.

LEIA MAIS  Ouça a última música que Kurt Cobain cantou no último show do Nirvana

Quando Classic Rock classificou toda a produção AC/DC de Bon Scott, colocamos Love Song no número 56 de 57 músicas possíveis, perdida apenas pela novidade instrumental Fling Thing da banda, uma versão risível do padrão escocês The Bonnie Banks o ‘Loch Lomond. Fling Thing provavelmente soou incrível no Apollo de Glasgow em 1978, mas quase certamente se qualifica como tortura em quaisquer outras circunstâncias.

FONTE: https://www.loudersound.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários