Alex Lifeson, do Rush: não me sinto inspirado ou motivado para tocar agora

Alex Lifeson, do Rush, diz que não se sente inspirado ou motivado a tocar guitarra desde a morte do baterista Neil Peart.

Peart morreu em 7 de janeiro, depois de uma batalha de três anos e meio com câncer no cérebro, com Lifeson dizendo que tem sido difícil para ele pegar um instrumento – embora ele diga: “Eu sei que isso voltará”.

Lifeson foi convidado no Talking Golf With Ann Liguori no WFAN para falar sobre seu amor pelo esporte, quando também foi perguntado se ele e o vocalista do Rush, baixista e tecladista Geddy Lee haviam conversado sobre voltar ao palco juntos.

Lifeson responde: “Na verdade não. Tem sido difícil. Depois que Neil faleceu em janeiro, toquei muito pouco guitarra – simplesmente não me sinto inspirado e motivado. Foi o mesmo quando a filha dele morreu em um acidente de carro em 1997. Eu realmente não toco há cerca de um ano. Eu apenas não sinto isso no meu coração agora. Toda vez que pego uma guitarra, apenas mexo sem rumo e desisto após 10 minutos. Normalmente, eu pegava uma guitarra e tocava por algumas horas sem nem perceber que estava passando tanto tempo. Então, eu sei que isso voltará”.

Lifeson aponta para a turnê de livros de Lee em 2019 promovendo seu Big Beautiful Book of Bass e acrescenta: “Toda vez que eu falava com ele sobre voltar a se reunir, ele dizia, ‘Sim, quando eu passar por isso’. E então sempre surge algo. Não sei se a motivação existe para fazermos alguma coisa agora. Certamente estamos orgulhosos de nosso histórico e ainda amamos música. Mas agora é diferente”.

LEIA MAIS  Papa Roach anuncia coleção "Greatest Hits Vol. 2 - The Better Noise Years"

Rush abaixou a cortina ao tocar seu último show em Los Angeles em 1º de agosto de 2015 – mas Lifeson diz que não sente falta do estilo de vida das turnês. “Talvez um ano ou dois depois que paramos, eu provavelmente tenha sentido mais falta”, diz ele. “Mas eu me acomodei agora, e gosto bastante da minha vida e do que estou fazendo. Eu me mantenho ativo na música e estou muito apaixonado por golfe durante o verão, e estou perto da minha família. É um equilíbrio muito bom para mim”.

FONTE: https://www.loudersound.com/

DEIXE SEU COMENTÁRIO: