AC/DC lança novo single, “Realize”

Embora eles aparentemente estivessem lançando uma nova música chamada Demon Fire na semana passada, a segunda parte do próximo álbum do AC/DC, POWER UP, acabou de chegar – e é de fato a faixa de abertura do álbum, ‘Realize’.

A música segue o primeiro single ‘Shot In The Dark’ e chega apenas dois dias antes do lançamento de POWER UP. Claro, o álbum número 17 apresenta a formação recém-reunida do guitarrista principal Angus Young e do guitarrista rítmico Stevie Young, do vocalista Brian Johnson, do baixista Cliff Williams e do baterista Phil Rudd, com o LP servindo como um tributo ao falecido e grande Malcolm Jovem.

“Eu sei que Mal não está mais conosco, mas ele está conosco em espírito”, diz Angus. “Essa banda era seu bebê, sua vida. Ele sempre dizia: ‘Continue’. Sua grande fala sempre, de vez em quando, ele dizia: ‘Se você é músico, é um pouco como estar no Titanic. A banda afunda com o navio. ‘É assim que ele vê”.

Malcolm é creditado como escritor em POWER UP – embora seu jeito de tocar guitarra não seja ouvido. “Eu sei que muitas pessoas têm dito, ‘Malcolm realmente tocou, é o instrumento dele no novo álbum?’”. Angus pondera: “Eu escolhi não fazer isso porque senti que o próprio Malcolm não gostaria que eu tentasse emendar seu trabalho de guitarra”.

Ele acrescentou sobre o processo criativo anterior: “Malcolm e eu, muito do que tínhamos feito ao longo dos anos, fazíamos anotações com as faixas. Alguns podem ser um pouco ásperos aqui e ali, e eu os lustrei. Em outros casos, Malcolm pode ter feito apenas um pequeno pedaço e então eu faria o próximo verso. A maior parte da contribuição de Mal é principalmente musical”.

LEIA MAIS  Evil Politicians divulga segundo single do álbum Indignation Army

Na semana passada, Brian revelou que seu desejo por POWER UP é que inspire uma nova geração de crianças a tocar guitarra. “Este álbum, eu só quero que as crianças o ouçam, todos nós queremos, e apenas saia e diga, ‘Eu quero comprar uma guitarra, eu quero estar em uma banda’”, ele se entusiasma. “Acho que conquistamos algo se isso acontecer. Estar no rock’n’roll nunca foi o gênero que as pessoas ouvem, elas nunca o levaram a sério”, continua ele. “E eu acho que é hora de parar porque é uma declaração musical muito séria, e tem sido por muito tempo. Eu acho que de vez em quando, você tem grandes explosões de rock’n’roll, e então você tem pessoas vindo e fazendo declarações bobas como, ‘Ei cara, o rock’n’roll está morto’”.

FONTE: https://www.kerrang.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários