A banda de metal Arsames foge do Irã após ser condenada a 15 anos de prisão

A banda iraniana Arsames, cujos membros foram recentemente condenados a 15 anos de prisão por tocarem metal, fugiu com sucesso de seu país natal para evitarem ser presos.

O Irã tem uma longa história de suprimir a liberdade criativa, sentenciando a Confess a mais de 14 anos de prisão e 74 chicotadas. O metal é visto como uma forma satânica de música no Irã, que viola as estritas leis de blasfêmia do país e pode resultar em execução.

Em uma declaração ao Loudwire, Arsames escreveu que eles não são uma banda satânica. “Nossa música é sobre nossa cultura passada, história… que eles pensam que quando rosnamos e tocamos música rápida, estamos no Satanismo! Os crânios em nossas camisetas significam para eles o mesmo que músicos satânicos”.

Arsames continua: “Fomos presos em 2017, quando estávamos em nosso estúdio durante o ensaio. Eles nos levaram para a prisão naquele dia e não [contaram] à nossa família onde estávamos por uma semana. Finalmente, quase um mês depois, pagamos fiança para sair da prisão e eles nos disseram que não deveríamos trabalhar, liberar [ou vender] seus produtos até o julgamento final… e não falar com a mídia! Nossa página do Instagram, site oficial… banidas e eles derrubaram tudo por um ano, mas nós construímos um novo Instagram novamente e [começamos] a estar ativos até algumas semanas atrás [quando] o tribunal nos chamou novamente e eles nos deram 15 anos [na] prisão. Portanto, tivemos que fugir do Irã”.

LEIA MAIS  Malved lança "Rotten", duo traz influências de slasher movies e potência do garage rock

A banda de metal recentemente postou um vídeo em seu canal oficial no YouTube explicando sua sentença, que foi proferida pelo Tribunal Revolucionário Islâmico de Mashhad, em mais detalhes. “É um crime que estejamos tocando metal!?”, eles começam. “É [um] crime falarmos da história persa?! É um crime pensar que somos satanistas quando temos canções sobre Ciro, o Grande e o monoteísmo!? É um crime amarmos a música e o nosso país?!”.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários