10 vezes que bandas pararam shows para salvar fãs

24 de Fevereiro de 2020

Ninguém quer ver um fã se machucar na rodinha, especialmente com a banda se apresentando. Quando as coisas ficam um pouco loucas demais, os músicos costumam intervir, parando seus shows inteiramente para manter a paz.

Um vídeo que está circulando recentemente é o de Kurt Cobain, do Nirvana, interrompendo um ataque sexual. Enquanto tocava a cover de “Jesus Doesn’t Want Me for a Sunbeam”, Cobain de repente se sentou e correu para a frente da barricada. Depois de se sentar, Kurt disse: “Se esfregando aí, amigo?” antes do baixista Krist Novoselic se unir para humilhar publicamente o homem.

Um exemplo angustiante aconteceu em um show da Chevelle, com um fã recebendo spray de pimenta por segurança. O vocalista Pete Loeffler parou de se apresentar para cuidar do fã, tentando rebaixar o guarda de segurança e explicando que a fisicalidade nos shows de rock não é necessariamente violência. “Eles estão apenas se divertindo, cara. De verdade”, Loeffler implorou.

LEIA MAIS  Ouça a versão da Rádio Disney de "Wait and Bleed" do Slipknot

Em um show de 2001 em Londres, o Linkin Park parou o show para ajudar um fã que caiu na rodinha. Mike Shinoda foi o primeiro a perceber, cantando uma música, enquanto Chester Bennington apontou para o fã em necessidade e exigiu que a multidão “o pegasse!”. Bennington passou a divulgar uma das principais regras dos shows – se alguém cair, você os recupera.

Confira essas 10 vezes que as bandas interromperam os shows para salvar os fãs na lista alta acima.

FONTE: https://loudwire.com/

guest
0 Comentários
Sugestões
Veja todos os comentários